Como escalar um Negócio

Blog / Empreendedorismo / Como escalar um Negócio
7 de Outubro de 2022
Como escalar um Negócio

 

A escalabilidade de um negócio tem sido um tema bastante discutido pelos empreendedores e empresas, que pretendem alavancar o seu negócio a outro nível. Saiba o que significa"escalabilidade" e como escalar um negócio, de modo a fazer crescer a sua empresa!

O mundo empresarial é bastante desafiante, no sentido de necessitar de um cuidado diário ao nível de diferentes fatores, entre as quais a gestão dos diferentes investimentos, fluxos de caixa, stocks e pessoas, planeamento estratégico das diferentes ações, avaliação de resultados, a partir de diferentes KPIs, bem como resolução de problemas.

Desta maneira, é necessário um grande esforço de planeamento para gerir todos estes fatores, de modo a atingir o objetivo primordial de todas as empresas: gerar vendas e criar um negócio lucrativo.

Embora esta meta possa parecer simples, não o é e os dados relacionados com o número de empresas em situação de insolvência financeira em Portugal, por exemplo, são a demonstração disso mesmo.

Assim, partindo do objetivo de gerar rendimentos, entra o conceito de “escalabilidade”, muito relacionado com empresas embrionárias ou mesmo startups.

O que significa “escalar um negócio”?

Se começarmos por entender o significado de “escalar”, fazendo um paralelismo com o dia a dia, percebemos que significa elevar algo a outra escala, que acontece, tipicamente, quando queremos escalar uma montanha, ou seja, em que queremos chegar a um nível mais elevado da montanha.

Em termos empresariais, “escalar” está relacionado com uma fase em que os empreendedores pretendem alavancar os resultados da sua empresa a outro nível e de forma mais acelerada, isto é, aumentar a sua faturação sem necessidade de incrementar os investimentos, a partir de um modelo de crescimento acelerado.

Isto pode ser feito a partir de um conjunto de ações e soluções, que garantem uma maior autonomia do negócio, assim como um crescimento substancial em pouco tempo, que geram mais leads em torno do negócio e o fazem mais sustentável. Algumas das ações mais utilizadas nos dias de hoje passam por:

  • Investimento em marketing digital, que pode elevar o negócio para outros mercados e chegar a um número bastante mais significativo de pessoas;

  • Otimização e melhoria dos processos internos;

  • Mudança de estrutura da empresa;

  • Investimento num modelo de negócio distinto;

  • Parceria entre outras marcas do setor;

  • Entre outras.

O conceito de “escalabilidade” está, então, bastante relacionado com outro, o “growth hacking” que, de forma objetiva, defende o estabelecimento de uma estratégia focada na identificação de oportunidades de crescimento, de forma rápida, a partir da melhoria e otimização de recursos existentes, sem necessidade de investimento externo.

Existem, essencialmente, 2 formas de escalabilidade:

  • Escalabilidade vertical (up) com a intenção de especializar o público-alvo a impactar, atingindo um nicho de pessoas do mercado, nas quais se poderá focar mais facilmente;

  • Escalabilidade horizontal (out) cujo objetivo é dominar o segmento, alcançando um público mais generalista, a partir da oferta de diferentes tipos de produtos, em áreas como bricolage, tecnologia, moda e entre outras.

Como escalar um negócio ou, em outras palavras, como fazer a sua empresa crescer rapidamente, otimizando os custos?

1. Esteja atento ao mercado

    Se pretende ser bem sucedido, é essencial conhecer bem o mercado onde está inserido, de forma a estar informado relativamente às ações dos concorrentes, necessidades dos clientes, bem como às inovações do mercado, de forma a poder ajustar-se à realidade empresarial.

    O Racius pode ser uma grande ajuda para conhecer o mercado e a concorrência, uma vez que possibilita o acesso a mais de 50 indicadores financeiros relevantes, relatórios e estatísticas de mais de 1 milhão de empresas portuguesas, com diferentes Códigos de Atividades Económicas (CAEs), nos últimos 3 anos de atividade. Consulte tudo, através de Relatórios Financeiros Detalhados a partir de 14€ + IVA;

    2. Utilize e monitorize os KPIs mais adequados à sua empresa

    Uma das falhas mais comuns entre as empresas é agirem por impulso e basearem as suas ações em opiniões, ao invés de dados. Os dados trazem uma maior clareza e objetividade às decisões e, para tal, deve garantir que avalia regularmente o desempenho da empresa, a partir de um conjunto de KPIs, isto é, indicadores de performance.

    Estes indicadores são essenciais para analisar possíveis problemas com o negócio, analisar a sua saúde financeira e dar-lhe inputs, de forma a poder rever as suas ações e otimizar alguns processos;

    3. Otimize e melhore os processos

    Os processos são fundamentais para fazer crescer o seu negócio. No entanto, para que tal aconteça, estes devem estar desenhados de forma otimizada, de forma a garantir que a estrutura da empresa atinja os melhores resultados, com um maior aproveitamento dos recursos.

    Existem diferentes modelos de melhoria de processos que poderá aproveitar, como os modelos Lean e Kaizen. Sugerimos que pesquise um pouco sobre cada um e analise de que forma os consegue adaptar ao seu negócio;

    4. Invista no desenvolvimento contínuo do negócio

    O crescimento de um negócio deve ser contínuo para o tornar rentável a longo prazo e assegurar a sua escalabilidade. Como tal, a inovação deve andar lado a lado com a sua estratégia empresarial, com o intuito de poder ir implementando e experimentando novos processos, ferramentas, ideias ou ações.

    Pode, até, optar por expandir a sua atividade para outro ramo de atividade e tudo isso é válido, se for baseado em dados e tiver o intuito de promover o desenvolvimento contínuo;

    5. Aproveite o poder da tecnologia

    A tecnologia pode ser uma grande aliada às empresas, em diferentes situações, nomeadamente no armazenamento de dados (cloud computing). A partir deste tipo de soluções, poderá agilizar vários processos, ao facilitar o acesso remoto a um conjunto mais alargado de pessoas, proteger as informações da empresa contra situações de perda ou ataques informáticos e reduzir alguns custos.

    Adicionalmente, aproveite todas as vantagens de editar documentos remotamente, reunir com clientes e equipas online e muitas outras ações, promovidas pela digitalização dos processos;

    6. Invista em modelos de trabalho remotos ou, pelo menos, híbridos

    Se há uns anos a presença física dos colaboradores no escritório ou noutro local de trabalho era obrigatória e a única forma de trabalho oferecida, atualmente, as opções já se alargaram para modelos de trabalho híbrido (presencial e físico) ou puramente teletrabalho.

    A crise sanitária causada pelo COVID-19 provou que este tipo de modelos podem ser bastante vantajosos, não só para os colaboradores, que passam a ter uma melhor relação entre a vida pessoal e profissional, como para as empresas, que têm beneficiado de alguns ganhos ao nível da produtividade e redução de custos;

    Quais as principais vantagens de escalar um negócio?

    • Modelo de negócio replicável : São muitos os negócios bem sucedidos, cujos modelos de negócio têm sido replicados para outros tipo de empresas, com o intuito de atingir o sucesso e garantir a sua expansão.

    Assim, um dos fatores determinantes para o sucesso de um negócio é a utilização de processos, tecnologias ou ideias adaptáveis a outro tipo de modelos de negócio, mesmo de setores de atividade completamente distintos;

    • Negócios mais valiosos: Sendo que o principal objetivo de escalar um negócio é aumentar as suas vendas rapidamente, a partir de estratégias e estruturas de desenvolvimento únicas, este tipo de ações podem representar um enorme valor para o mercado, não só pelos resultados tangíveis como ao nível do seu valor intangível;

    • Utilização de diferentes dados: Um dos pilares para o desenvolvimento de um negócio escalável passa pelo planeamento estratégico, a partir do estudo e interpretação de um conjunto de dados internos. Assim, este tipo de negócios de escala estão preparados para diferentes cenários e aproveitam os dados a seu favor para criar e implementar ações inovadoras.

    Hoje em dia, existe uma enorme variedade de negócios escaláveis no mercado e, tendo em conta as diferentes opções que têm ao seu dispor, nomeadamente o poder da tecnologia, não existem razões para não investir e fazer crescer a sua empresa.

    Empresas como a Uber, Airbnb ou Alibaba são exemplos de empresas escaláveis, reais, de sucesso e com algo em comum: não tiveram de investir em bens imóveis para as tornar a maior empresa de transportes, o maior fornecedor de serviços de hotelaria ou a maior loja virtual do mundo.

    Por outras palavras, não investiram em stock físico para disponibilizar os seus serviços. Ao invés disso, aproveitam os recursos dos parceiros e colaboradores (no caso da Uber, em que são os motoristas a tratar do seu próprio veículo), sem terem de realizar esse investimento diretamente, apenas utilizando modelos de gestão e processos inovadores e aproveitando o poder da tecnologia.

    Muitos empreendedores perguntam-se “como começar um negócio com pouco dinheiro?” ou “como fazer a empresa crescer?”. Uma das respostas será, certamente, “fazer escalar o negócio”. Adicionalmente, outra forma de impulsionar esse crescimento, é a partir da M&A (fusões e aquisições).

    Uma empresa tem ações em tribunal?

    Através do relatório corporativo, poderá consultar todo o histórico de ações em tribunal

    Categorias

    Uma empresa tem ações em tribunal?

    Através do relatório corporativo, poderá consultar todo o histórico de ações em tribunal