Como calcular o valor de mercado de uma empresa

Blog / Empreendedorismo / Como calcular o valor de mercado de uma empresa
26 de Julho de 2022
Como calcular o valor de mercado de uma empresa

 

Quem tem um negócio necessita de estar a par do preço de mercado atual da empresa, de forma a garantir o alinhamento de estratégias que contribuam ativamente para esse valor. No entanto, pode ser um desafio calcular o valor de uma empresa. Conheça alguns métodos para avaliar a sua empresa!

Antes de tudo, é importante ter consciência que existem diferentes métodos de avaliação do valor de uma empresa, sendo que essa avaliação terá sempre algum grau de incerteza, uma vez que é impossível chegar a um resultado exato. Mas porquê?

É importante ter em consideração que o preço de mercado de uma empresa será influenciado pela fase de crescimento da mesma, o crescimento do mercado e do setor de atividade, a estratégia de vendas da empresa, assim como outras características técnicas, como a possibilidade de ter um produto altamente procurado no mercado.

O que significa, na prática, o “valor da empresa”? E qual a importância de o calcular?

Do ponto de vista financeiro, um negócio começa a representar “valor”, a partir do momento em que as receitas excedem os custos, ou seja, quando a empresa começa a ter o chamado “lucro”, através do aumento das vendas realizadas pelos clientes, que se reflete na valorização do preço das ações dos possíveis acionistas, que poderá impactar positivamente futuros financiamentos do negócio.

No entanto, de forma complementar, esse valor não deve ser representado apenas de forma monetária, mas sim pela combinação com outras variáveis intangíveis, como a inovação, procura do mercado, potencial do produto ou serviço, os recursos humanos, a criatividade da ideia de negócio, o património intelectual, o poder da marca e entre outras.

Posto isto, é extremamente importante que os empreendedores conheçam qual o valor de seu negócio, de modo terem um conhecimento transversal do mercado e setor, podendo posicionar a sua empresa face ao mercado, identificando e implementando, mais facilmente, estratégias de melhoria.

Adicionalmente, o cálculo deste valor é essencial algumas situações, entre as quais:

  • Situações de recorrência a capitais de risco, créditos ou outro tipo de apoios;

  • Casos em que existam pessoas interessadas em tornar-se sócias da empresa;

  • Sócios atuais que pretendam saber o estado do seu  investimento, a partir da aquisição de quotas;

  • Stakeholders atuais poderem tomar decisões;

  • Oportunidades de venda do negócio;

  • Muitas outras situações.

Vantagens de saber o valor da empresa:

  • Possibilidade de fazer um planeamento estratégico mais eficaz;

  • Identificar oportunidades de valor para o seu negócio;

  • Identificar pontos fortes do seu negócio, onde deve continuar a investir;

  • Analisar quais os aspetos de melhoria na performance da empresa;

  • Traçar estratégias de investimento:

  • Avaliar a evolução da empresa ao longo dos anos;

  • Atrair e conquistar investidores;

  • Possibilidade de vender, mais facilmente, a empresa.

Como calcular o valor de mercado de uma empresa , afinal?

Como vimos, embora traga inúmeras vantagens, não é uma ciência simples nem uma ciência exata avaliar o valor de uma empresa, tendo em conta os diferentes métodos de análise que poderá utilizar, expectativas e outro tipo de indicadores.

No entanto, de forma a facilitar este processo, reunimos 4 métodos de avaliação do valor da empresa, que deve optar e utilizar, tendo em conta os objetivos do seu negócio:

Método 1: Comparação entre empresas do mesmo setor

O método de comparação, tal como o nome sugere, refere-se à comparação da sua empresa com outras semelhantes, como negócios concorrentes, analisando os dados da sua empresa relativamente à média dos resultados no setor, em diferentes indicadores. Desta forma, consegue perceber o valor relativo da sua empresa, face ao mercado.

Este tipo de avaliação pode ser bastante subjetiva, tendo em conta a dificuldade em encontrar uma empresa 100% igual ou com semelhanças numa quantidade razoável de fatores. De modo a apurar um valor aproximado da sua empresa, garanta que, pelo menos, se compara com empresas do mesmo setor de atividade e com o mesmo tamanho (ao nível de colaboradores, volume médio de vendas e entre outros).

Para ter acesso a esse tipo de informação, pode utilizar os relatórios públicos, publicados por empresas cotadas na bolsa ou através de relatórios financeiros. Mas a pergunta que se faz é a seguinte: onde encontrar esses relatórios?

O Racius é uma plataforma que permite aceder a informação fidedigna e atualizada de mais de 1 milhão de empresas portuguesas, com diferentes Códigos de Atividades Económicas (CAEs), incluindo um conjunto de 50 indicadores, estatísticas e outras informações corporativas, como Quota do Mercado, Receitas, Despesas ou eventuais Lucros ou Prejuízos , nos últimos 3 anos de atividade.

Com o Racius, poderá aceder aos Relatórios Financeiros Detalhados dos seus concorrentes ou outras empresas de interesse a partir de 14€ + IVA. Conheça todos os relatórios disponíveis no Racius;

Método 2:  Avaliação Patrimonial de todos os ativos detidos

Este método tem como objetivo perceber qual o valor de todos os ativos da empresa, no caso de, naquele momento, querer liquidá-la, isto é, no caso da empresa fechar nesse preciso momento, não considerando receitas ou despesas futuras.

Para realizar essa avaliação, devem ser considerados todos os ativos tangíveis da empresa, como todos os equipamentos, máquinas, edifícios, veículos, produtos, serviços, assim como todo o capital social, bens intangíveis e mesmo passivos da empresa, entre os quais dívidas, empréstimos e outros compromissos financeiros da empresa.

Este método, por norma, só é utilizado por empresas em fase de liquidação, tendo em conta a simplicidade destes cálculos. Como tal, não é aconselhável para empresas saudáveis financeiramente, uma vez que não considera o possível crescimento da mesma. Por outro lado, pode ser perigoso utilizar em empresas em fase de decréscimo de vendas, porque não considera possíveis endividamentos ou necessidades de investimento futuras;

Método 3: Método do justo valor através dos fluxos de caixa descontados (Cash Flows descontados)

Os cash flows ou fluxos de caixa, de forma simples, dizem respeito às entradas e saídas de dinheiro na empresa. Sendo assim, o fluxo de caixa descontado representa o valor projetado para determinada empresa a médio/longo prazo, descontando o seu valor atual, tendo por base todos os riscos associados a esses fluxos.

Como tal, este modelo é o mais completo, fiável e utilizado para medir o crescimento da empresa, considerando todas as fontes de receita, despesas (fixas e variáveis), investimentos previstos, taxas de crescimento, EBIT e EBITDA e entre outros fatores relevantes, no contexto atual e futuro.

Deste modo, a utilização deste modelo implica que a empresa faça o exercício de analisar o contexto atual do sector, avaliar qual o seu potencial de crescimento, assim como as possíveis ameaças e oportunidades ou concorrência.

Nota: Estas projeções não devem ultrapassar um período médio de 5 anos, de forma a prevenir o máximo de incertezas;

Método 4: Expectativas futuras

A sua empresa vai ser comprada por um investidor ou reformulada? Este método pode ser utilizado num desses casos, uma vez que se foca no desempenho futuro da empresa, tendo em conta os novos investimentos ou estratégias de negócio previstos.

Na prática, o métodos das “Expectativas Futuras” contra-se no possível desempenho futuro da empresa, tendo por base a sua condição atual e iniciativas previstas por parte do novo investidor ou mesmo dos empreendedores que estão a desenhar uma nova estratégia.

Posto isto, este método dependerá diretamente das expectativas do investidor e dos investimentos realizados na prática. Tendo em conta a volatilidade do mercado e a dependência de outros fatores, este modelo pode não ser o mais indicado a utilizar, nem objetivo.

Como pode verificar, saber calcular o valor da sua empresa é algo crítico na hora de delinear alguma estratégia ou tomar alguma decisão relativa a uma possível expansão do seu negócio, pedido de financiamento, criação de uma parceria com outra empresa, venda da empresa ou outro tipo de necessidade.

Importa salientar que todos estes métodos de análise podem representar uma mais valia e apoio nesse cálculo, embora impliquem que conheça e analise a sua empresa em diferentes fatores e utilizando um conjunto completo de indicadores.

Opte pelo modelo que melhor se adaptar à sua realidade e, de modo a apoiar as suas decisões, pode recorrer à Matriz BCG, uma poderosa e conhecida ferramenta de análise de desempenho.

 

Uma empresa tem ações em tribunal?

Através do relatório corporativo, poderá consultar todo o histórico de ações em tribunal

Categorias

Faturação, Custos e Resultados

O Racius permite obter informação atualizada sobre a saúde financeira de uma empresa