Imparidades - o que são e como são contabilizadas

Blog / Fiscalidade / Imparidades - o que são e como são contabilizadas
21 de Julho de 2022
Imparidades - o que são e como são contabilizadas

Quem tem uma empresa e investe em diversos tipos de ativos, deve ter uma atenção acrescida às imparidades relativas ao mesmo. Mas o que são imparidades e como as pode calcular?

No decurso normal de um negócio, as empresas investem em diferentes tipos de ativos, com o objetivo de dinamizar o negócio e criar vantagens económicas para o mesmo. No entanto, todos esses ativos podem sofrer desvalorizações (parciais ou totais), tendo em conta o seu valor real, em termos contabilísticos, e é a isto que chamamos de “perdas por imparidade”.

Isto pode verificar-se nos diferentes tipos de ativos, desde os ativos fixos tangíveis e ativos intangíveis, como aos ativos não correntes detidos para venda, investimentos financeiros, propriedades de investimento, inventários ou mesmo dívidas a receber, podendo reduzir o valor do ativo a zero.

Em que situações ocorrem as perdas por imparidade?

As imparidades podem ter diferentes causas, relacionadas com diferentes situações, nomeadamente quando:

  • Certos produtos não são vendidos em tempo útil e perdem a validade;
  • Os produtos são de caráter sazonal e, por isso, perdem valor nas épocas seguintes;
  • Quando existem vendas abaixo do preço de custo;
  • Quando certos equipamentos e máquinas ficam desatualizados ou com marcas de uso;
  • Em casos de insolvência financeira de clientes, deixando dívidas com a empresa;
  • E entre outros exemplos.

    Como é possível verificar, todas estas situações podem ocorrer no quotidiano de uma empresa. Por isso, e por uma questão de saúde financeira, é muito importante estar atento a estas perdas por imparidade e tê-las em consideração quando estiver a realizar a sua contabilidade, procedendo ao respetivo ajuste periódico, de modo a que esses dados contabilísticos reflitam, efetivamente, o valor real da empresa.

    Tendo a contabilidade atualizada, permite que exista uma partilha de informação fidedigna por parte de todos os stakeholders interessados e visados, desde os investidores, fornecedores e mesmo os clientes. Para tal, pode ser útil utilizar um software contabilístico, de forma a poder registar todos os seus ativos e respetivas perdas de valor, de forma automática e rigorosa.

    Se quiser conhecer com mais profundidade um parceiro de negócio, fornecedor, cliente ou concorrente, o Racius tem ao seu dispor relatórios com informação empresarial e financeira, a partir de 5€+IVA, de mais de 1 Milhão de empresas em Portugal, onde pode perceber a situação financeira das mesmas e em detalhe, de forma simples e rápida. Conheça mais sobre todos os planos de subscrição.

    As perdas por Imparidades são dedutíveis?

    Por fim, é importante ter conhecimento que as perdas por imparidade são dedutíveis para efeitos fiscais, de acordo com o artigo 28.º do Código do IRC, em alguns casos específicos, que pode consultar no referido artigo.

    Deste modo, contabilize e registe todas essas perdas por imparidade, mesmo que nem todas possam ser dedutíveis em sede de IRC, uma vez que é uma forma de acompanhar todos os fluxos do negócio e, no final do ano, poder apurar o lucro da empresa - saiba como o fazer.

    Como é possível identificar, este tema é de real importância e deve ser considerado entre os responsáveis pela gestão e parte contabilística das empresas, de modo a poder identificar estas situações, geri-las da melhor forma e evitar que se traduzam em maiores perdas de dinheiro, por parte da empresa.

    Qual é a evolução da empresa?

    Através do relatório financeiro resumido poderá comparar vários anos da sua evolução

    Categorias

    Faturação, Custos e Resultados

    O Racius permite obter informação atualizada sobre a saúde financeira de uma empresa