Período de Recuperação do Investimento - O que é e como Calcular

Blog / Financeiro / Período de Recuperação do Investimento - O que é e como Calcular
5 de Janeiro de 2023
Período de Recuperação do Investimento - O que é e como Calcular

Investir num projeto é uma decisão que demora o seu tempo e que requer um elevado nível de preparação estratégica, análise de mercado e previsão da rentabilidade financeira.

Saiba no que consiste o Período de Recuperação do investimento e como o calcular!

Antes de qualquer decisão de investimento, tanto os empreendedores como as empresas, devem avaliar a viabilidade desse investimento, através de uma análise financeira completa, a curto, médio e longo prazo, num cenário realista, otimista e pessimista, sempre com foco no retorno sobre investimento.

Para tal, existem diferentes fatores a ter em consideração, como o posicionamento da marca, capacidade e custos de produção, custos de manutenção, gastos com pessoal, inflação, taxas, impostos e muitos outros fatores, que acabam por ter uma interferência direta nessas previsões.

Tanto os empreendedores como as empresas, de forma a tomar decisões ponderadas, recorrem a diferentes indicadores para os apoiar nessa análise e decisão de investimento, nomeadamente à estimativa do período de recuperação do investimento.

O que significa “período de recuperação do investimento”?

O “Período de recuperação de investimento”, correntemente chamado de “Payback” ou “Prazo de recuperação do investimento (PRI)", é um indicador de performance financeiro (KPI), muito utilizado pelas empresas e empreendedores, com o principal objetivo de analisar o prazo de retorno do investimento feito, num determinado projeto, produto ou mesmo na criação da empresa.

Desta forma, o “Payback” traduz-se no tempo de retorno que passou desde o investimento inicial, através de cash flows (fluxos de caixa, ou seja, entradas e saídas de dinheiro da empresa), até o momento em que os resultados financeiros da empresa, gerados a partir desse investimento, igualam o valor desse investimento, isto é, em que o lucro passa a ser igual a zero.

Por outras palavras, representa o tempo necessário para que o Valor Actual Líquido (VAL) atinja valores positivos e, na maioria dos investimentos, este período é medido em meses ou anos.

Como calcular o “Payback”?

De forma simplista, tendo em conta o conceito apresentado, podemos calcular este KPI, a partir do valor de investimento inicial e dos ganhos gerados, considerando a seguinte fórmula:

Payback simplificado = Investimento Inicial / Lucro líquido gerado nesse período

Exemplo prático:

Imaginando que investiu num novo software 50.000 euros, que lhe trará um lucro líquido (retorno) de 10.000 euros, aproximadamente.

Payback simples = 50.000 / 10.000

Payback simples = 5 anos

No entanto, este valor depende também de outros fatores externos, que podem influenciar a recuperação do valor investido.

Assim, de modo a atualizar os cash flows futuros é utilizada uma taxa, a taxa de desconto, que representa a taxa de juros sem risco (são normalmente utilizadas taxas de juros de OT’s), acrescida de um prémio de risco estabelecido para o tipo de projecto em causa.

Assim, a fórmula para calcular o payback mais correta e utilizada pelas empresas e empreendedores é a seguinte:

CFi = Cash flow no ano i ;

i = número do ano em questão

t = Taxa de desconto ;

n = Período de recuperação de investimento ou Payback descontado

Exemplo prático:

Considerando o período de um ano (i) e uma taxa de desconto de 5% (t):

Valor dos fluxos de caixa atualizados = 10.000 / (1 + 5%)¹

Valor dos fluxos de caixa atualizados = 9523,8

Payback atualizado = Investimento inicial /  Valor dos fluxos de caixa atualizados

Payback atualizado = 50.000 / 9523,8

Payback atualizado = 5,3 anos

Como pode ver, os valores de ambos os métodos acabam por ser semelhantes, se considerar estes dois exemplos simples, embora traga algumas nuances.

Na realidade, é essencial medir os seus investimentos de forma o mais objetiva e detalhada possível, tendo em conta a volatilidade do mercado e o elevado nível de dinheiro e outros recursos envolvidos.

Nota para ambos: ??caso o cálculo seja feito utilizando os resultados e investimentos mensais, o resultado deverá ser em meses. Por outro lado, se considerar dados anuais, o resultado obtido deverá constar em anos. Tenha muita atenção a este detalhe.

Payback Vs ROI - Qual a diferença?

Muitas pessoas acabam por confundir os conceitos de Payback e ROI (Retorno do investimento), embora tenham conceitos e medidas diferentes.

De forma simplificada, enquanto que o Payback calcula o tempo médio para reaver o investimento inicial, o ROI mede o retorno, em percentagem de dinheiro, gerado por esse investimento.

ROI = Retorno / Investimento Inicial x 100

ROI = (Lucro obtido - Investimento Inicial) / Investimento Inicial x 100

Por fim, importa realçar que o Período de Recuperação do investimento ou Payback deve ser apenas uma das métricas a considerar, na altura de analisar os seus investimentos, em especial no processo de tomada de decisão de investimento. Esta informação deve sempre ser do conhecimento do investidor ou investidores. Como todos sabemos o investimento é o motor de qualquer empresa.

De modo a estar seguro das duas decisões, recomendamos que utilize outras métricas e KPIs complementares e tenha em consideração a situação interna e externa da empresa.

Se pretender investir em algum negócio e necessitar de calcular o respetivo período de recuperação de investimento, poderá ter acesso a todas as informações que precisa. Como?

A partir do Racius, conseguirá aceder a diferentes indicadores e métricas, através de relatórios de mais de 1 milhão de empresas portuguesas, que lhe permitem tomar decisões, baseadas em dados atualizados e de confiança.

Adquira já Relatórios Financeiros Detalhados, a partir de 14€ + IVA e obtenha informação empresarial e financeira de qualidade para ajudar a maximizar o valor do investimento.

Uma empresa tem dívida fiscal?

Através do relatório corporativo, poderá consultar o estado da empresa e seu histórico

Categorias

Uma empresa tem dívida fiscal?

Através do relatório corporativo, poderá consultar o estado da empresa e seu histórico